Vida de um Estudante de Psicologia

Vida de um Estudante de Psicologia

4498
Compartilhe

Cinco longos anos de estudos, esse é o tempo que um estudante de Psicologia passa para se formar, ao longo desse processo, os estudantes passam por diversas situações, muitas alegrias, muito cansaço, dificuldades, entre outras. Nesse texto, irei dizer algumas dessas circunstâncias.

FACULDADE

  •  Carga horária extensa

Só quem é estudante de Psicologia sabe o quanto a carga horária é extensa, principalmente quando inicia-se os estágios obrigatórios e aulas práticas.

  • Matérias às quais os vestibulandos nem imaginam que tem

Alguns vestibulandos dizem “Até que fim sai do colégio, nunca mais farei contas”, sim… Faculdade de Psicologia possui matéria de Estatística, sim, você terá que fazer contas, inclusive para trabalhos científicos, TCC, alguns testes psicológicos, entre outros.

Faculdade de psicologia também possui aulas de Anatomia humana, sim! Você terá que aprender e participar das aulas práticas de anatomia humana e neuroanatomia, eu, por exemplo, tive a experiência de tocar em um coração, um cérebro, e até um intestino de verdade, entre outros órgãos, ou “peças”, então, nada de “nojo”.

  • Leituras excessivas

Estudante de Psicologia precisa gostar de ler, ou aprender a gostar, pois do primeiro ano ao ultimo, você terá que ler muitos livros, muitos textos, muitos artigos, tanto para as aulas, quanto para os estágios obrigatórios.

nanyestima.wordpress
  • Noites em claro

Sim, estudante de Psicologia não dorme, principalmente se você trabalha/faz estágio, são horas de estudo, horas de relatórios, horas de TCC (principalmente), ou seja, horas de DEDICAÇÃO.

  • Estágios, supervisões e relatórios

A maioria das faculdades possuem uma diversidade de estágios obrigatórios (clínica, escolar, jurídica, hospitalar, esporte, organizacional, social, etc), algumas grades facultativas, possuem três ou mais estágios obrigatórios,  relatórios e supervisão dos mesmos juntamente com as demais aulas teóricas, agora podemos linkar ao tópico anterior, como dormir com tudo isso…

ESTÁGIO (emprego)

  •  Experiência

Nada mais importante enquanto estiver graduando, ter a experiência prática na área na qual desejamos, ou “conhecer de tudo um pouco”, mas lembre-se, é essencial optar por um estágio o qual dê suporte para seu aprendizado tanto na prática, quanto na teoria.

dialog.blog.br
  • Remuneração (ou não)

Bom, infelizmente a maioria dos estágios na área da psicologia são desvalorizados, ou até mesmo estágio voluntário, ou seja, sem salário e outros benefícios financeiros. Para isso, é preciso por em uma balança, pois se há um rico aprendizado, vale a pena optar até mesmo para os estágios voluntários. Eu particularmente, já fiz de tudo, e os estágios os quais mais me beneficiei, foram de baixa remuneração e voluntários, com isso, estou muito bem estabilizado na área a qual eu atuo.

Conclusão: Psicologia não é fácil, é uma árdua estrada a percorrer, terá muitos desafios, muitos acertos e muitos erros, mas que importa, é a gratificação e no fim, orgulho ao dizer “passei por tudo isso, e hoje eu sou um profissional diferenciado”

Deseja cursar psicologia? Está cursando? Já é formado (a)? Comente no Blog e/ou Facebook!!!

____________________________________________________ 

Para referir este texto: Santos, F. F. (2016). Vida de um Estudante de Psicologia. In. Mundo da Psicologia, Internet. Disponível em <http://mundodapsi.com/vida-de-um-estudante-de-psicologia /> 2016.

Views All Time
Views All Time
3232
Views Today
Views Today
2

Comentários

comments