RUMPELSTILTSKIN: O Trickster na Série Once Upon a Time

RUMPELSTILTSKIN: O Trickster na Série Once Upon a Time

232
Compartilhe

“Toda magia tem seu preço.”  Rumpelstiltskin

Once Upon a Time, série do gênero drama-fantasia que aborda a temática contos de fadas, originária do canal ABC, tem seu núcleo nas histórias dos mais diversos contos conhecidos da humanidade, trazendo ao nosso século o resgaste de todo o conteúdo simbólico que essas narrações podem desempenhar ao nosso psiquismo.

É nesse contexto diverso que uma figura central nos surge: O TRICKSTER.

O grande pregador de peças, o quebrador de regras, o enganador são umas das possíveis expressões a definir essa figura tão lendária e importante, do universo arquetípico, o qual se traduz com uma dimensão ambivalente, não podendo ser caracterizada como negativa nem como positiva, transitando entre o bem e o mal, entre o correto e o incorreto.

“O Trickster é um ser originário “cósmico”, de natureza divino-animal, por um lado, superior ao homem, graças à sua qualidade sobre-humana e, por outro, inferior a ele, devido à sua insensatez inconsciente.” (Jung, Os Arquétipos e o Inconsciente Coletivo, pg259).

Sendo sempre representado na mitologia e nos contos de fadas como um personagem de traço peculiar, estando sempre à margem das histórias, os mesmos aparecem independentes em sua causa e por vezes egoístas, cobrando um “preço” por sua ajuda, que propicia ao herói uma ampliação de sua realidade, conseguindo um desenvolvimento além do esperado no decorrer de toda a trama.  

Seu aparecimento é a manifestação sombra do herói, é a possibilidade do mesmo de conquistar algo que não estava em seus planos, aparecendo primeiramente como armadilha, mas que ao final se apresenta como o de melhor que poderia ter acontecido.

Em Once Upon a Time acompanhamos a trajetória dos mais diversos e complexos personagens dos contos de fadas e encontramos Rumpelstiltskin, aparentemente misterioso ao ser situado como Mr.Gold e extremamente sagaz na floresta encantada assumindo a sua dimensão divino-animal no decorrer da série.

Rumpelstiltskin se apresenta como o grande senhor das trevas, que busca a primeiro momento e a qualquer custo seus interesses individuais, perpassando por cima de tudo e todos que se colocam sobre esses objetivos.

Ele é o grande responsável por toda história, visto que a partir dele a maldição e o início de toda a trama fora construída, onde o mesmo é peça fundamental para que todas as genealogias em Once Upon a Time sejam vistas.

Grande manipulador da magia, semelhante aos alquimistas em seus laboratórios alquímicos, o mesmo vende seus favores e cobra um alto preço pelos mesmos, tendo em grande parte a maioria dos personagens em suas mãos conhecendo a fundo seus medos e anseios.

Ora por vezes se apresenta como um humano, sendo covarde em sua totalidade, ora se apresenta como um animal tendo caraterísticas de poderio através da magia.

Figura enigmática, que nos incita o profundo em nós mesmos: a nossa sombra, e faz com os personagens que por ele passem adquiram um ampliação maior de si mesmos, assim como a grande salvadora Emma Swan, que sempre está recorrendo aos seus truques e por eles tenta se libertar, conquistando recursos cada vez maiores de enfrentar a sua missão.

Rumpelstiltskin traduz a nossa necessidade de nunca subestimarmos os nossos defeitos, de olharmos para nossas fraquezas dispostos a transformar, ele é refutador da ordem em nossas vidas, mas também, como Trickster, é a forma com que podemos abarcar a integração do que não queremos e de quem imaginamos que somos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

JUNG, Carl Gustav. Os Arquétipos e o Inconsciente Coletivo. ed. Vozes, 2000. Pg.447.

Views All Time
Views All Time
77
Views Today
Views Today
7

Comentários

comments

Compartilhe
AnteriorTe julgarão, me julgarão, e nós? Nós julgaremos?
PróximoA Epidemia Silenciosa da Violência Contra a Mulher
Graduanda em Psicologia pela FSP- Faculdade Sudoeste Paulista, apaixonada por religião e afins, vidrada na saga Star Wars, amante de séries e literatura brasileira. Nas horas vagas toca piano e arranha no violão, além de tentar verse leva algum talento na escrita. Ah, possui grande afinidade pelas ideias de Carl G. Jung, desde o primeiro momento em que ouviu sobre as mesmas se tornando, ele, o dono de seu coração. Teve um flerte com Freud, algo de um semestre, mas permanece firme com o primeiro amor.