Psicologia Hospitalar – Quando o Foco é a Equipe de Saúde

Psicologia Hospitalar – Quando o Foco é a Equipe de Saúde

1782
Compartilhe

Resumo: Psicólogo Hospitalar não está voltado restritamente aos pacientes e familiares dentro do hospital, mas também tem responsabilidade de dar suporte à equipe de saúde cujo ambiente hospitalar exige muito do emocional equilibrado da equipe inteira de saúde. Este artigo tem como objetivo mostrar a importância do Psicólogo Hospitalar frete à Equipe de Saúde.   

Palavras-Chave: Psicólogo Hospitalar; Psicologia; Equipe de Saúde; Medicina; Enfermagem.

Equipe de Saúde pode solicitar o atendimento do Psicólogo Hospitalar no hospital?

Sim. Qualquer profissional que trabalha no hospital pode procurar o Serviço de Psicologia, até mesmo quem não é da equipe de saúde. O psicólogo no contexto hospitalar é de extrema importância, principalmente para a equipe.

Valorização do Psicólogo Hospitalar

SBPH

As equipes de saúde dos hospitais, principalmente os Médicos estão cada vez mais valorizando o trabalho do psicólogo no hospital, eu frequento vários hospitais e vários médicos relatam a importância do psicólogo no âmbito hospitalar, principalmente ao suporte dos mesmos.

Há três semanas meu avô estava internado em um hospital de São Paulo, eu disse ao médico em uma conversa informal que estou minha graduação em psicologia e ele ressaltou “A psicologia é muito importante no hospital, onde existem pessoas doentes há dificuldades de enfrentamento do adoecer tanto do paciente quando do familiar, e também os médicos precisam muito do psicólogo para si, muitas horas de trabalho, perdas de pacientes, estresse… Deveria ter uma lei que obrigasse todos os hospitais a ter psicólogo” (SIC.)

Duas semanas atrás eu estava em uma palestra sobre Oncologia no hospital que trabalho e o palestrante antes de começar sua aula estava conversando comigo, dentre vários elogios que ele fez sobre a psicologia no hospital, ele me disse: “Na oncologia a gente vê pacientes e seus familiares sofrendo pelo adoecer, ou até mesmo por ouvir o diagnóstico, mesmo havendo 99% de cura.. Os médicos precisam muito do apoio do de vocês, tanto para seus pacientes, quanto para nós, eu agora eu sou pesquisador em Londres, mas como cirurgião há anos, eu já precisei chamei muitas vezes a psicologia para me manter equilibrado (risos)” (SIC.) Afirmou também “Falando como pesquisador…. Em alguns anos não haverá mais cirurgia, com o avanço da medicina as cirurgias serão trocadas por remédios, muitos tratamentos que antes eram cirúrgicos, agora apenas com um coquetel de remédios o paciente está curado, nisso eu tenho certeza que a psicologia será uma profissão muito valorizada… Em Londres o psicólogo no hospital já é muito valorizado.” (SIC.)

Médico também chora

extra.globo

A foto desse médico foi divulgada em vários sites e jornais, esse fato ocorreu em um hospital da Califórnia, EUA. Um colega de trabalho, também médico, compartilhou essa foto em um site chamado Reddit com a seguinte legenda: “O homem na foto não pôde salvar um de seus pacientes”. Este médico chorando havia acabado de perder uma paciente de 19 anos, após ter dado a notícia para os familiares saiu para rua para poder chorar.

Muitas vezes os médicos se comovem com alguns pacientes ou familiares, choram, se isolam, ou até mesmo entram em depressão. Médicos acima de tudo são humanos, todos os dias estão diagnosticando um paciente com prognóstico reservado, estão dando notícia do óbito aos familiares, perdem pacientes no meio do tratamento, perdem pacientes na mesa de cirurgia com suas mãos no paciente, fazem de tudo para salvar a vida do paciente e há complicações graves que deixam o paciente sequelado para o resto da vida. Não importa a idade do paciente, pode ser criança, adulto, idoso, muitas vezes, querendo ou não, há uma ligação entre o médico e paciente, seja transferência, contratransferência, empatia, como quer que seja chamado.   Jamais me esquecerei do médico fazendo carinho no meu avô até seu falecimento, foi aparente a afeição triste do médico ao dar a notícia para nós.

Por isso o trabalho do psicólogo é de extrema importância frente ao profissional de saúde, o médico precisa estar equilibrado emocionalmente e psiquicamente para tratar seu paciente, um cirurgião com o emocional abalado pode conter aspectos para que uma cirurgia não seja bem sucedida, por mais que ele esteja preparado para realizar o procedimento.

Principais demandas da Equipe de Saúde no Hospital

Há várias demandas da Equipe de Saúde no qual o Psicólogo percebe e tem seu objetivo de estar por perto para dar o devido suporte, veja alguns exemplos de situações abaixo:

  • Estresse no ambiente de trabalho;
  • Perdas significativas de pacientes;
  • Altas horas de trabalho;
  • Pacientes sequelados em cirurgia;
  • Depressão;
  • Síndrome de Burnout;
  • Demandas pessoais (demandas de fora do hospital que interferem no trabalho do profissional).

É claro que há várias outras demandas, porém essas são as mais comuns dentro do hospital que afeta todos os profissionais de saúde de hospital. Em muitos hospitais podemos acrescentar a falta de recursos, porem infelizmente em muitos desses hospitais não há nem psicólogo para dar apoio à equipe.

Muitos profissionais da saúde pedem demissão pelo desequilíbrio emocional e pelos fatores ambientais. Há relatos até mesmo de suicídio de profissionais, muitos estudos apontam que os profissionais mais afetados são os dos Pronto-Socorros e Emergências.

Aspectos Positivos do Trabalho do Psicólogo Hospitalar Perante a Equipe de Saúde:

ImgUol

Neste tópico irei abordar os aspectos positivos do trabalho do Psicólogo Hospitalar perante a Equipe de saúde com o objetivo de apontar os benefícios do suporte do psicólogo e desmistificar sua atuação.                   

A rotina dos profissionais no hospital é de extrema tensão, muita correria, horas extensas de trabalho, muitas vezes o profissional passa mais tempo no hospital do que com a família ou pessoas queridas, o hospital passa a ser a casa do profissional. Citarei a seguir alguns aspectos:

  • Permite o profissional de saúde ter o espaço de ser ouvido… Suas necessidades, medos, tristezas, dificuldades;
  • Permite descobrir suas limitações, e levantar caminhos para enfrentá-la. Afinal, todos nós temos nossas limitações;
  • Estresse, cargas horárias excessivas, pressão… O psicólogo pode trabalhar com o alívio dessas tensões;
  • Dinâmica de Grupo, muitos profissionais enfrentam demandas parecidas no contexto hospitalar, o psicólogo pode propor uma dinâmica de grupo com o objetivo de manter a equipe mais unida e ajudar nas necessidades juntos. (não podemos confundir demandas institucionais e demandas da equipe, as institucionais um Psicólogo do Trabalho possui melhor desenvolvimento nesse tipo de demanda);
  • Perda de pacientes: Todos sabem que uma hora todos nós vamos morrer, mas não é fácil o médico perder seu paciente por mais que possa acontecer diariamente. Existem casos que o médico entra no processo de luto, eis o trabalho do psicólogo surge para dar suporte a este médico em seu processo de luto e enfrentamento da situação;
  • Entre outros aspectos.

Conclusão: Trabalho do Psicólogo do Hospitalar é muito extenso, há várias formas de trabalhar, agir e muitas outras demandas não citadas nesse artigo. Ao escrever este texto percebi que há poucos trabalhos divulgados sobre o assunto, eis um tema muito interessante e importante para ser valorizado não só na atuação, mas como na base de artigos científicos, talvez com isso possa melhorar a divulgação do trabalho do psicólogo e na melhoria da quebra da resistência de alguns profissionais que precisam do suporte do psicólogo.

Contribuições:

Gostaria de agradecer primeiramente a Karyne Lombardi Moraes, estudante de Medicina que me incentivou indiretamente a produzir este artigo, ela valoriza e incentiva o trabalho do psicólogo no hospital. Karyne está produzindo um trabalho na faculdade sobre a importância de um acompanhamento psicológico a médicos na área de Oncologia Pediátrica.

Para referir este artigo: Santos, F. F. (2015). Psicologia Hospitalar – Quando o Foco é a Equipe de Saúde. In. Mundo da Psicologia, Internet. Disponível em <http://mundodapsi.com/psicologia-hospitalar-quando-o-foco-e-a-equipe-de-saude /> 2015.

Referências: 

Médico Chora com Morte de Paciente de 19 Anos, Colegas Registram a Emoção. In. Extra Globo, Internet. Disponível http://extra.globo.com/noticias/mundo/medico-chora-morte-de-paciente-de-19-anos-colegas-registram-emocao-15649109.html#ixzz3kMwUGffJ, Recuperado em 29 de Agosto de 2015.       

Views All Time
Views All Time
1259
Views Today
Views Today
4

Comentários

comments